O que os olhos não vêem o coração não sente

Um dos grandes desafios na hora de levar um tema complexo à sociedade, é fazer com que a mensagem seja emocional e fácil de entender. No mundo digital, onde normalmente gastamos menos do que um segundo num post antes de ir para o próximo, o desafio é maior ainda. Várias vezes a solução é deixar de lado a linguagem escrita e buscar fotos ou imagens que contam uma história, o storytelling visual.

Foi isso que o Greenpeace fez com sua campanha #cleanairnow. Três conjuntos de fotos mostram causa e efeito de uma forma super simples (veja abaixo). A mensagem é clara: poluição causa incêndios florestais, seca e degelo das calotas polares. Ao deixar de lado qualquer referência ao aquecimento global ou mudança climática, a mensagem vai direto ao cerne da questão, sem se incomodar em discutir o processo.

Screen Shot 2020-02-07 at 10.19.02 AM

Explicar o efeito estufa, isto é, o aumento da temperatura global devido à emissão de CO2 e outros gases estufa na atmosfera, e suas consequências, não é algo trivial ou rápido. Além do mais, causa e efeito não estão conectados de forma temporal nem local, isto é, a poluição aumentou gradativamente ao longo de décadas e os efeitos acontecem, por exemplo, no ártico ou numa ilha no pacífico, longe da observação direta da maioria das pessoas. Isto dificulta o entendimento e diminui a relevância. 

Claro que nem toda campanha pode se dar ao luxo de evitar uma explicação, mas de acordo com uma pesquisa da Universidade de Yale, 67% da população norte americana acredita no fenômeno. No caso dos incêndios, a grande mídia cobriu exaustivamente as queimadas ano passado na Amazônia, Califórnia e Austrália. Para que então entrar nos detalhes? O importante é chamar a atenção e levar o cidadão a ação.

Além do mais, associamos imagens com realidade, mesmo que neste caso a foto seja uma montagem. Mas como ela é uma narrativa visual convincente e que mexe com a gente, fica mais fácil fazer a associação entre poluição e catástrofes ambientais. Isto é, conseguimos perceber causa e efeito. 

E em tempos de coronavírus, a capa da revista New Yorker desta semana diz tudo.

Screen Shot 2020-03-19 at 6.21.29 PM

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX ENGLISH VERSION XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

What the eyes do not see the heart does not feel

One of the main challenges we face when communicating a complex issue to society, is to craft an emotional and easy to understand message. In the online world, where we usually spend less than a second on a post before moving on to the next one, the challenge is even greater. Often, the solution is to put aside text and find pictures or images that tell a compelling story, eg, visual storytelling.

That’s what Greenpeace did with its #cleanairnow campaign. Three sets of photos show cause and effect in a very simple way (see below). The message is clear: pollution causes forest fires, drought, and ice cap melting. Leaving aside any reference to global warming or climate change, the message goes straight to the heart of the matter, without bothering to discuss the process.

Screen Shot 2020-02-07 at 10.19.02 AM
Explaining the greenhouse effect, i.e., the increase in global temperature due to the emission of CO2 and other greenhouse gases in the atmosphere, and its consequences, is not something that easely or quickly lends itself to an explanation. Furthermore, cause and effect are not connected from either a time or geographic perspective, i.e., pollution gradually increased over decades and the effects occur, for example, in the Arctic or on an island in the Pacific, far from the direct observation of most people. This makes understanding the issue more difficult and reduces its relevance.

Of course, not every campaign can afford to avoid an explanation, but according to a Yale University survey, 67% of the American population believes in global warming. In the case of fires, mainstream media has exhaustively covered last year’s fires in the Amazon, California and Australia. So why go into the details? The important thing is to draw attention and get the citizen to take action.

  Furthermore, we associate pictures with reality, even if in this case the photo is a montage. The compelling visual narrative by the campaign moves us and makes it easier for us to establish an association between pollution and environmental degradation – we can see cause and effect.

And in times of coronavirus, this week’s cover of the New Yorker magazine says it all.

Screen Shot 2020-03-19 at 6.21.29 PM

   

Um comentário em “O que os olhos não vêem o coração não sente

  1. Comunicação assertiva não é algo fácil, aliás, acredito que a má comunicação é a principal responsável pelas confusões e desentendimentos em nosso dia a dia.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s